Ações da KGB e StB no Brasil – Operação Amizade

Como existem pessoas que negam que possa ter existido algo como “Ações da KGB no Brasil”, informamos que, segundo os documentos da polícia secreta comunista tchecoeslovaca, a StB (em tcheco Státní bezpečnost), existentes no arquivo do Instituto da Memória dos Regimes Totalitários em Praga, a “Operação Ativa AMIZADE” (em tcheco AO DRUŽBA) foi uma grande operação de “política de influência” que teve a participação de várias rezidenturas (bases do serviço de inteligência no estrangeiro) da StB e que foi  realizada principalmente em território brasileiro. Como já informamos antes, foi uma operação de inspiração e participação da KGB soviética (ver “Operações da KGB/StB no Brasil. Acesso às fontes!”  https://www.youtube.com/watch?v=CR6cQd5vRgI  a partir de 16:40 min). A primeira etapa da operação foi criar e legalizar uma organização de apoio a Cuba. Foi então criada a “FNAC” (Frente Nacional de Apoio a Cuba). Outra etapa da  AO DRUŽBA foi a organização de um congresso com o objetivo de concentrar todas as forças pró-Cuba. Este congresso ficou conhecido na história com o nome de “Congresso Continental de Solidariedade a Cuba”, realizado no dia 26 de março de 1963, na cidade de Niterói (estava planejado para ser realizado na cidade do Rio de Janeiro, mas foi proibido pelo então governador do estado da Guanabara, Carlos Lacerda). O serviço de inteligência tchecoslovaco da StB gastou milhões de cruzeiros e usou vários de seus agentes e colaboradores brasileiros na operação, principalmente o agente MACHO (mais sobre este agente, ver “O Brasil nos arquivos da STB: “Dalibor, a louça e a amizade” https://www.youtube.com/watch?v=eHMQeu2WuBU  a partir de 11:08 min). A operação AMIZADE foi executada pela StB com a participação da KGB e do serviço de inteligência cubano.

Documento enviado da Central em Praga para uma rezidentura na África (provavelmente na cidade do Cairo, Egito), existente na pasta com número de registro 90008 página nr 205, dedicada à AO DRUŽBA:

StBdoc

Tradução do documento:

Anotação manuscrita: remessa especial para [ilegível, trata-se provavelmente da palavra Cairo]

 Praga, 31 de Janeiro de 1963

AO DRUŽBA.

       Na última remessa, enviamos para vocês materiais relacionados com a AO DRUŽBA que está sendo executada. Além disso, informamos que recebemos o endereço exato da FNAC:

FRENTE NACIONAL DE APOIO A CUBA, RUA SENADOR DANTAS Nr. 117 SALA 1904, RIO DE JANEIRO, ESTADO DA GUANABARA BRASIL.

Ao mesmo tempo, estas operações também estão sendo efetuadas pelos amigos soviéticos. Por isso, esta questão deve ser consultada com eles, para que não surjam ações repetidas durante o aproveitamento dos contatos da organização Africana.

Anúncio da FNAC no Jornal “O Semanário”, de 29 de novembro de 1962 (canto inferior esquerdo da página):

(Link da página da Fundação Biblioteca Nacional http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=149322&PagFis=4282 )

OSemanário

Foto atual do edifício Santos Vahlis, onde estava localizada a sede da FNAC:

EdifSantosVahlis

Em breve publicaremos mais sobre o assunto…

                                                                               Mauro “Abranches” Kraenski

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *